TÁTICAS DE CORPO (2010)

Nesta performance, batons vermelhos obstruem a boca de uma mulher. Impedida de falar e gritar, a mulher apenas balbucia. O batom, artefato usualmente ligado à beleza da mulher, é usado para compor uma face monstruosa. Oras empregado também como um pincel que escreve. A mulher grita, clama, por outras táticas, outros modos de ser que rompam com a imagem única da mulher ligada à beleza. Escreve em muitos corpos, de homens e mulheres: Quais táticas e instruções para fazer uma mulher?

Materiais: batom vermelho

*A performance foi desenvolvida em 2 semanas de residência artística no programa Colaboratório do Panorama de Artes (2010). Apresentada posteriormente no evento.